Caminho de Santiago - O que levar na mochila?



É correntemente aceito e está em todos os livros, que só se deve carregar, no Caminho de Santiago, material que pese no máximo 10 % do peso corporal.

 

Isso é verdade, em termos. Uma pessoa de 50 kg dificilmente conseguirá levar só 5 kg na mochila. Até porque a maioria das mochilas pesa mais de 1 kg.

 

O peso a ser levado, dependerá da constituição física do peregrino, da sua preparação e da sua necessidade.

Mas há itens básicos que devem estar na mochila do peregrino, embora cada um decida o que é realmente importante para levar. E às vezes é melhor carregar um pouco mais de peso, se houver condições físicas para tal, do que ficar sofrendo com a falta de alguma coisa considerada indispensável.
 
O saco de dormir

 

De qualquer modo, há correios em quase todas as cidades do percurso e é só despachar os excessos para a caixa postal de Santiago, em seu próprio nome, e retirá-los ao terminar a peregrinação. Ou deixá-los nos albergues para que sejam doados a peregrinos necessitados.
 
Capa que protege o peregrino e a mochila

 

Itens indispensáveis na mochila:

1 saco de dormir leve e com boa temperatura de conforto (serve para proteger seu corpo do colchão que não tem lençóis trocados todos os dias, às vezes, nem tem lençóis, e para marcar sua cama nos albergues). Veja mais informações na postagem anterior sobre saco de dormir.

1 capa de chuva, de preferência que cubra a mochila

1 bota ou tênis, impermeáveis, de acordo com sua preferência

1 sandália, tipo papete, para usar quando chegar aos albergues, e às vezes, até para caminhar

(A capa, o saco de dormir e a papete são geralmente colocados no compartimento de baixo da mochila, para facilitar a retirada para uso).

2 calças em tecido que seque rápido e expulse o suor, com zipers que permitam a transformação em bermudas

2 camisas de tecido de fácil secagem, com mangas curtas.

1 ou 2 camisas do mesmo tecido com mangas compridas

3 cuecas ou calcinhas

1 cueca ou calcinha tipo bermuda para quem costuma sofrer de assaduras

2 tops ou soutiens, para quem tem o habito de usá-los

3 pares de meias acolchoadas, para caminhadas, em tecido de rápida secagem e que expulse o suor

1 canga, que tem mil utilidades para as mulheres: cachecol, toalha, toalha de mesa, cortina, etc, etc.

1 toalha com tecido de fralda ou do tipo para nadadores

1 Casaco tipo corta vento

1 Casaco de frio, cachecol e luvas para o inverno

1 Chapéu ou boné

(As roupas devem ser envolvidas em sacos estanques. Evitar sacos plásticos de supermercado, pois fazem muito barulho ao serem manuseados)

 

6 Alfinetes de fralda (servem para pendurar roupa para secar ou prender alguma coisa à mochila)

2 mosquetões para prender objetos na mochila

Canivete com vários artefatos, inclusive tesoura

 

Nécessaire com: (tudo em tamanho pequeno)

Pasta de dentes

Escova de dentes

Fio dental

Escova de cabelos

Desodorante

Sabonete ou shampoo. O ideal é que se use só um deles, para cabelos, corpo e para lavar as roupas, quando não houver sabão nos albergues

Batom tipo protetor labial. Para mulheres que não ficam sem batom, há uns bastões fininhos no aeroporto de Madrid

Perfume pequeno

Hidratante

Protetor solar

Barbeador

Polvilho antisséptico

Lenços umedecidos para higiene

Tampões ou absorventes higiênicos

Protetores de ouvido para quem é sensível aos roncos

1 pedaço de silver tape para emergências (envolvido em um lápis). Nunca precisei usar, mas também nunca tive uma bota rasgada no Caminho.

 

Pomada para assaduras. A brasileira Hipoglós ou a americana Desitin.

Remédios de uso habitual (leve também as receitas, especialmente se forem medicações de uso controlado)

Analgésicos, antiinflamatórios

 

Material para cuidar das bolhas:

álcool de romero (alecrim), encontrado em qualquer farmácia no Caminho

Betadine (iodo)

Agulhas retas de corte, com fio de algodão montado, para perfurar as bolhas

Esparadrapo tipo micropore

Band-aids ou compeed

Algodão

 

Bolsa (pochete) com espaços para:

Documentos (passaporte, passagem, seguro saúde, tudo com copias, que devem ser guardadas na mochila)

Dinheiro (euros)

Cartões de crédito

Guia de viagem (se possível, fazer copia em tamanho reduzido. O verso pode ser usado para anotações, ou descartado após passar a etapa).

Óculos escuros

Maquina fotográfica

Celular (opcional)

Lanterna pequena

Caneta

 

Garrafinha para água

Bastão de caminhada tipo stick, retrátil, ou de madeira leve. Os europeus usam sempre dois, e depois que se aprende a usá-los, se vê que é muito mais confortável. O bastão funciona como uma terceira perna e é de valor inestimável nas descidas íngremes e cheias de pedras roliças.
 
Bastões de madeira leve
 
 Cuidando das bolhas dos pés
 

Levo ainda um pequeno cordão elástico com pegadores, que comprei nos USA, para estender roupas. Mas hoje a maioria dos albergues tem lavadora e secadora.

 

Como uso óculos de grau, levo uma pequena lente que tem embutidos no cabo, parafusos para as hastes dos óculos. Nunca necessitei usar, mas já socorri peregrinos com hastes de óculos caídas.

 

Alguns peregrinos levam esteiras para deitar pelo caminho ou para quando não há lugar nos albergues.

Levei, mas nunca precisei usar. O que mais se vê pelo Caminho, especialmente ao final da peregrinação, são esteiras abandonadas nos albergues.

 

O material deve ser acomodado em uma mochila de, no máximo, 45 l e deve ser adaptado às características e peculiaridades de cada peregrino. Veja o post anterior sobre mochilas.

 

Clinete Lacativa