0
  
     

Viagem ao Alasca IX (Root Glaciar e Kennicott)

11/08/2008

Depois de um café da manhã incrementado, Joe nos mostrou como usar os crampons, que seriam usados em nossa caminhada pelo Root Glaciar, glaciar que fica alguns quilômetros depois da cidade de Kennicott.

Preparamos sanduíches, arrumamos nossas mochilas e fomos para McCarthy, pegar a van que faz o trajeto de aproximadamente 8 km até a Kennicott. Depois deste pequeno percurso, atravessamos a cidade passando pelas unidades de processamento de cobre abandonadas e iniciamos a trilha em direção ao Root Glaciar, onde passariamos o dia caminhando pelo gelo.


Antiga planta de processamento de cobre em Kennicott
Antiga planta de processamento de cobre em Kennicott

A trilha é muito tranquila e muito bonita, pois vemos à esquerda as morainas do glaciar e uma vegetação bem diferente à direita. Nos deparamos algumas vezes com cocô de urso, o que nos deixou um pouco preocupados. Na região existem muitos pés de Bearberry, uma frutinha da família das berries que os ursos adoram. Prova disso é que os cocôs encontrados pelo caminho estavam repletos de frutinhas não digeridas!

Placa indicando o container "anti-ursos" para guardar comida
Placa indicando o container “anti-ursos” para guardar comida

Container "anti-ursos" para guardar comida
Container “anti-ursos” para guardar comida

Vista da Moraina Terminal do Root Glaciar
Vista da Moraina Terminal do Root Glaciar

Joe e Lau com o glaciar e o Monte Blackburn ao fundo
Joe e Lau com o glaciar e o Monte Blackburn ao fundo

Depois de aproximadamente 1 hora de caminhada, finalmente chegamos à moraina terminal do glaciar. À primeira vista, nem parece gelo, pois estavamos pisando em uma espécie de cascalho, mas era apenas uma camada fina de pedras escuras sobre o gelo. Colocamos nossoscrampons e começamos a subir em direção ao gelo limpo, sem cascalho.

Crampons
Crampons

Lau pronta para iniciar a caminhada pelo glaciar
Lau pronta para iniciar a caminhada pelo glaciar

Jess, Bill e Steve no início da caminhada
Jess, Bill e Steve no início da caminhada

Caminhar no gelo é uma experiência muito legal, e recomendo à quem tiver oportunidade. Passamos boa parte da manhã caminhando ao lado de fendas no gelo azul, vendo algumas pessoas escalando e adimirando ao fundo o Monte Blackburn, montanha mais alta do  Wrangell-St. Elias National Park, com 4.996 metros.

Eu no glaciar
Eu no glaciar

Lau no glaciar
Lau no glaciar

Depois de comermos nossos sanduiches e outras guloseimas, começamos a voltar.

Steve e Jess almoçando no gelo
Steve e Jess almoçando no gelo

Bill fazendo um ligeiro lanche
Bill fazendo um ligeiro lanche

Lau e seu sanduiche
Lau e seu sanduiche

Mais algum tempo caminhando no gelo, trilha e chegamos à Kennicott. Demos uma paradinha para beber alguma coisa na Kennicott Glaciar Lodge e ficamos aguardando o horário da van para McCarthy.

Lau no meio do gelo
Lau no meio do gelo

Jess e Steve caminhando no glaciar
Jess e Steve caminhando no glaciar

Lau e eu no glaciar
Lau e eu no glaciar

Kennicott Glaciar Lodge
Kennicott Glaciar Lodge

Apesar da quantidade de cocô de ursos, não vimos nenhum na trilha, mas na van nos deparamos com um enorme urso cruzando a estrada! Mais uma vez, não fomos rápidos o suficiente para tirar uma foto.

Voltamos para o acampamento, descançamos um pouco e fomos fazer uma fogueira para nos aquecer durante o jantar. Depois, cama! Ou melhor, saco de dormir!

Amanhã tem mais!

Pedro Lacaz Amaral

Arquivado em: Deuter, Trekking, Viagem Tags: Trekking, Viagem

Deixe o seu comentário!

Comentar!

© 2019 Adventure Zone. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Válidos.
Design: Equipe Adventure Zone.