5
  
     

Sonhos Patagônicos

Laguna de Los Tres

Laguna de Los Tres

“Nunca se afaste dos seus sonhos, porque se um dia eles se forem, você continuará vivendo, mas terá deixado de existir”.

Começo esse texto com essa frase do escritor americano Mark Twain (1835-1910),  que me acompanhou durante grande parte da juventude,  onde ao ver em revistas como Caminhos da Terra e Geográfica Universal,  fotos de lugares que mexiam com o meu imaginário,  me via perdido nos pensamentos explorando essas paisagens e fazendo fotos iguais as daqueles caras.

Laguna Torre

Laguna Torre

Por diversos motivos não tive condições de ir a muitos deles nessa época,  mas sempre mantive a chama acesa do sonho,  a alimentando a cada dia, já que acredito muito que quando queremos muito alguma coisa,  e sabemos esperar o momento certo de agir,  elas acontecem.

Alguns desses lugares que viviam nos meus sonhos eram o mítico Monte Roraima e a exuberante Patagônia,  sendo que no inicio de 2010 tive a oportunidade de ir ao Roraima com o prêmio que ganhei como 1º colocado em um concurso de fotografia e no final de 2009 a Patagônia chilena,  ao Parque Nacional de Torres Del Paine.

Esse ano continuando a seguir o caminho dos meus sonhos retornei a Patagônia, dessa vez a Argentina,  onde fui ao Parque Nacional de Los Glaciares, local onde estão localizadas duas montanhas ícones do montanhismo mundial,que são o Cerro Torre e o Monte Fitzroy, ou Chaltén, nome pelo qual é conhecido pelos índios Tehuelches e que significa montanha azul por essa ser a cor que a montanha é vista em dias de céu claro, ou montanha que fuma, devido as nuvens que encobrem quase que permanentemente o pico, o que os levou a pensar que a montanha se tratava de um vulcão.

Por da lua cheia no Monte Fitzroy ou Chaltén

Por da lua cheia no Monte Fitzroy ou Chaltén

A porta de entrada para a exploração das exuberantes paisagens locais é a cidade de El Chaltén, a cidade mais jovem e de menor população da Argentina, foi criada em 1985 e conta com uma população de cerca de 300 habitantes, que é aumentada para alguns milhares durante o verão, época de clima mais ameno, apesar de ser a de ventos mais fortes.

A cidade se intitula a capital nacional do trekking, e não é por menos, se você deseja conhecer bem as suas paisagens, só caminhando por algumas de suas muito bem marcadas e sinalizadas trilhas.

As que levam para os acampamentos mais tradicionais, como o Poincenot, localizado nas proximidades do Fitzroy, o De Agostini no Cerro Torre e o da Laguna Capri, que fica a meio caminho do Poincenot e que tem uma vista belíssima do Fitzroy, são as mais frequentadas pelo fácil acesso.

Laguna Capri

Laguna Capri

Trilhas que me permitiram uma viagem no tempo. Caminhando por elas imaginei como seriam os lugares quando da época de quem primeiro explorou essas paisagens com o intuito de conquistar suas montanhas.  Uma época onde se usava animais para transporte dos pesadíssimos equipamentos e se atravessava os caudalosos rios sem o auxilio de tirolesas, onde não existiam trilhas sinalizadas e pontes para atravessar as áreas alagadas, onde as cordas eram quase tão rígidas como arames e pesadas como bambus, as lanternas eram sem LEDS e os piolets de cabo de madeira, enfim,uma época onde homens iam em busca de seus sonhos sem todo o apoio tecnológico/logístico e materiais que hoje desfrutamos que tornam tudo mais fácil, uma época onde a auto suficiência do montanhista era mais real, palpável, pelas dificuldades impostas pela natureza.

Rio Fitzroy e o Cerro Torre

Rio Fitzroy e o Cerro Torre

El Chaltén é o local onde se reúnem todos os que gostam de estar na natureza, independente de serem exploradores dignos dos guerreiros que exploraram seus territórios no passado ou simplesmente quem deseja caminhar por suas trilhas e fazer um piquenique na beira das lagoas contemplando as montanhas.  É uma cidade que merece um capítulo a parte pelo excelente astral e energia.

Pelas suas poucas ruas circulam carros antigos que parecem ter saído de um filme,  onde algumas das lixeiras têm formatos que remetem aos personagens que frequentam a cidade,  como o escalador,  o mochileiro,  o ciclista,  o músico,  um lugar onde os trailers coloridos que hospedam quem um dia chegou nessas paragens e se apaixonou pelo lugar, segue sua vida de forma simples e tranquila tendo como plano de fundo o visual de algumas das montanhas mais belas do planeta.

patagoniaMilhares de pessoas de todas as partes do mundo circulam pelas suas ruas durante a temporada com suas roupas coloridas e mochilas pesadas que além dos equipamentos, carregam um sonho e um estilo de vida.

Sonhos.  Essa foi a palavra que norteou esse texto e que leva muitas pessoas a pagar o preço de uma vida de aventuras.

Mirador Torre

Mirador Torre

Sonhos.  Nunca, em hipótese nenhuma, desista deles,  continue com eles em seus pensamentos, ações e acredite sempre que eles acontecem, e quando acontecem,é na hora que você está mais preparado para enfrentar os desafios impostos por eles.

Se não ocorreram até o momento, é que você não está pronto. De tempo ao tempo que quando for à hora as portas se abrirão para uma experiência maravilhosa que foi alimentada dia após dia do fundo do seu coração, e quando alguma coisa é feita com o coração é que você está nela, vive com ela.

Porque como também disse Mark Twain:

“Daqui a alguns anos estarás mais arrependido pelas coisas que não fez do que pelas que fez. Solte as amarras! Afaste-se do porto seguro! Agarre o vento em suas velas! Explore! Sonhe! Descubra!”

Cerro Torre

Cerro Torre

Bons ventos e fotos a todos.

Flávio Varricchio
http://photo.net/photos/FlavioVarricchio
http://www.flickr.com/photos/flavio_varricchio/

patagonia flavio varricchio

Arquivado em: Trekking, Viagem Tags: fotos, Patagônia, relatos

5 Comentários em "Sonhos Patagônicos"

  1. Elias Maio disse:

    Parabéns Flávio pelo excelente texto, e que vc continue realizando seus sonhos.

  2. Parabéns Flávio!
    As fotos e o texto ficaram excelentes!
    É sempre importante buscar os nossos sonhos.

  3. Felicitaciones Flávio! Dale nomás!!!

  4. Como eu gostaria de ter um Parque no Brasil com a mesma estrutura de El Chalten. Parabéns pelas fotos e principalmente a sua modela: As Montanhas (substantivo feminino rs). bjs

  5. Ricardo Cosme disse:

    Muito bacana!
    As fotos das paisagens são sensacionais, parabéns!

Deixe o seu comentário!

Comentar!

© 2019 Adventure Zone. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Válidos.
Design: Equipe Adventure Zone.