3
  
     

Pedalando pelo Uruguai – Chegando, preparando a bike e partindo!

Texto e fotos: Anderson Testi

Aos nossos amigos leitores, desculpem-me pelo tempo (atraso) em relatar como foi a experiência de andar por mais um belo país vinho, dessa vez trocando os pés pelas rodas!
A viagem foi realizada em outubro de 2013, segue um breve relato com minhas percepções e algumas dicas.

Confirmamos o que foi visto no momento do planejamento, o Uruguai é um país bem plano o que favorece muito as pedaladas, o mês escolhido também favoreceu e por sorte não pegamos chuvas (o que sempre atrapalha em viagens longas).

A chegada foi tranquila e até um pouco inusitada, algumas pessoas olhavam e não entendiam bem o que eram aquelas “malas”, chegaram a perguntar o que era aquilo. Quando começamos a montar as bicicletas, aí sim, ficava mais fácil deles entenderem e para nossa surpresa fomos saudados algumas vezes com votos de boa sorte e boa viagem!

Pedalando pelo Uruguai

Nessa viagem utilizamos duas Trek’s, uma série 3500 (2013) e uma X-Caliber V (2014), por sinal (sou suspeito em dizer) ótimas bicicletas, atendem perfeitamente ao que foram destinadas.

Pedal no Uruguai Anderson Testi

Uruguai de bicicleta

Bike pronta, vamos nessa! Seguimos até o Hostel El Viajero – Ciudad Vieja (23 Km). Já ficamos em albergues melhores (infraestrutura), no entanto, a boa localização e o bom atendimento são os pontos fortes do lugar! Nessa viagem consumimos refeições liofilizadas, (comida desidratada) uma boa pedida para quem quer praticidade no preparo da sua refeição! A utilização desse tipo de comida em trilhas (meio do mato) é uma ótima pedida, uma vez que não se pode ir a um restaurante e muitas vezes o peso é fator crucial na viagem.

comida liofilizada

Refeição pronta Liofoods

Depois da janta, restava dormir, para acordar cedo e seguir viagem. Afinal de contas o primeiro dia de pedal seriam os primeiros 104 Km. (Montevideu <> Piriápolis).

Montevideu <> Piriápolis – 104 Km

Uma dúvida que possuíamos era o quanto as estradas apresentariam de riscos para viagem. Posso dizer que as condições são favoráveis (entendam como MUITO diferente do Brasil), os riscos quanto ao trânsito são os que todos nós ciclistas corremos pelo simples fato de dividirmos o espaço com veículos automotores, com relação a roubo eu seria pretensioso demais em afirmar que não existe risco nenhum, sendo assim, vou afirmar apenas com base no que ocorreu na viagem, em momento algum nós sentimos algum tipo de sensação que nos preocupasse com relação a nossa segurança e a das bicicletas.

Seguimos pela rota inter balneária (35), viagem tranquila, seguimos pelo acostamento sem maiores contratempos. Nesse primeiro trecho fomos apresentados ao nosso fator surpresa (não demorou muito). Lembram que comentei que a altimetria do país favoreceu as pedaladas? Não posso dizer o mesmo com relação ao vento (e que vento). Existiam momentos em que o vento reduzia a velocidade das bicicletas a ponto de quase pararmos. Esse foi um ponto que não havia sido estudado, pegamos o vento contra até Piriápolis. Fiquem atentos a esse fator quando forem pedalar por lá, ok?

Pedalando pelo Uruguai

Parada para recarregar as energias! Parar em algum “vilarejo/cidade” e comer boas empanadas, ajudará a seguir em frente. Não existem muitos “pontos” de parada no trajeto, aproveite quando achar um que lhe agrade.

Igual a todas as cidades uruguaias que conhecemos, Piriápolis é um lugar calmo e tranquilo, é o point do país no verão (o que mais chamou a atenção foi a limpeza da praia, calçadão e ruas).

Piriápolis

Praias do Uruguai Piriápolis

cidade de Piriápolis no Uruguai

Um dos grandes atrativos da cidade além das praias são os “cerros”.

Na cidade existem hotéis para todos os tipos de bolsos, o albergue (H.I.) estava lotado (tudo reservado desde que comecei – agosto de 2013 – a planejar a viagem). No verão o local é muito frequentados pelos nossos “hermanos”. Acreditem não é só Santa Catarina que é “invadida” (risos).

Piriápolis <> Punta Del Este – 42 Km

Após o longo trecho do dia anterior – Montevideu <> Piriápolis – o que nos aguardava até a chegada em Punta, não poderia ser nada comprometedor (no quesito pedaladas) e não foi! É um “trecho” muito bonito, quanto mais se aproxima de Punta mais bonito vai ficando. O grande presente logo na entrada da cidade é o mirante de Punta Ballenas. Você pode contemplar (no nosso caso descansar também) um visual fantástico e tirar boas fotos.

Punta del Este

Punta del Este

Punta Del Este é uma cidade ímpar no Uruguai, ela mantém toda a tranquilidade que o país tem a oferecer somada a construções refinadas, por toda a costa é possível ver belas casas de veraneio. A cidade possui cassinos e praticamente todos os grandes congressos do país são realizados por lá! A famosa Casa Pueblo (sabe aquela casa, muito engraçada? aquela da música! é a própria) também esta lá. O porto merece uma visita (vocês poderão ver que não é um porto como os que estamos acostumados aqui no Brasil) é um local muito bonito. Caso tenha oportunidade visite a Isla del Lobos e claro não deixe de tocar “La Mano”.

Punta del Este

Cicloturismo no Uruguai

O tempo muda muito rápido em Punta. Abaixo segue o registro de La Mano no mesmo dia em horários distintos. A mudança climática é repentina e contrastante. Quem poderia imaginar que um dia que começa tão fechado (choveu nesse dia) termine tão bonito? Claro, nosso amigo Vento contribui muito para isso!

A Mão em Punta Del Este
26/10/2013 – 09:10 hrs

La Mano Uruguay
26/10/2013 – 18:30 hrs

É possível contemplar agradáveis finais de tarde a beira mar, aproveite!

Fim de tarde Uruguai

Veja alguns momentos desta cicloviagem:

Arquivado em: Bike Tags: Anderson Testi, Bike, Cicloturismo, Pedalando pelo Uruguai

3 Comentários em "Pedalando pelo Uruguai – Chegando, preparando a bike e partindo!"

  1. Marcos disse:

    Anderson,
    Tem a continuação das suas descrições da viagem?
    Pretendo fazer algo parecido em dezembro e gostaria de ler seus relatos.
    Você levou as bikes daqui do brasil?
    Sabe da possibilidade de aluguel de boas bicicletas em Montevideo?
    Muito Obrigado!

  2. Fernanda disse:

    Olá! Gostei muito de ler o seu relato sobre sua viagem ao Uy. Estive no país no verão deste ano e me apaixonei ainda mais pelo país. Vi os mais lindos pôr dos sóis mais lindos da minha vida, porque me sinto seguro em andar pelas ruas, pelo modo como o tempo passa. o verão é ainda mais bonito, o inverno também tem seu charme. Lugar lindo para se conhecer!
    Um abraço!

    Fernanda

  3. Marina disse:

    Que legal o site, gente! Parabéns! Encontrei por acaso, justamente porque tenho pensado na ideia de começar esse tipo de viagem. Moro perto do Uruguai, e certamente gostaria de começar por lá, mas queria ir até lá de bici! Vocês têm alguma dica pra quem está começando a se preparar pra viagens assim, tipo, como se preparar fisicamente antes – no caso de quem não tem costume de fazer trajetos muito longos em bicicleta -, itens essenciais na bici e para a viagem? Agradecida! =D

Deixe o seu comentário!

Comentar!

© 2019 Adventure Zone. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Válidos.
Design: Equipe Adventure Zone.