1
  
     

Como transportar água nas trilhas em geral?

A pergunta parece boba não é? Então, só parece! Na verdade muitas pessoas tem dúvidas sobre a melhor solução para transportar água durante as caminhadas ou outras atividades onde estamos com a mochila nas costas.

Existem alguns fatores que devem ser levados em conta no momento em que você vai escolher como transportará a água que irá beber, os principais itens são:

– duração da atividade e tamanho da mochila
– clima/altitude (calor ou frio/baixas altitudes ou altas)
– volume a ser transportado e facilidade de reabastecimento

Vamos analisar cada item desses e ver quais as melhores situações em cada caso

Caminhadas longas ou outras atividades que gastam muito tempo irão, provavelmente, consumir mais água. Quando estamos falando de caminhadas de um dia (tipo “bate e volta”), 2 ou 3 litros de água costumam ser o suficiente. Algumas pessoas precisam de mais líquido, mas raramente o volume passa dos 4 litros. No meu caso o normal é transportar até 3 litros de água em trilhas de um dia inteiro (20Km em média).

Em atividades com pernoite lembre-se de reservar um litro de água ou até mais para cozinhar a noite e fazer o café da manhã do dia seguinte, quando isso for necessário. Quando estou sozinho um litro de água é o suficiente para o café da manhã e jantar – esse é um litro de água extra, além daquela que eu tenho para beber. Claro que se houver água por perto do acampamento você não precisa se preocupar com isso.

Reservatório de água Deuter

Ao escolher um reservatório de água opte pelos modelos que tem apertura total em cima, eles são mais simples de limpar! Na foto um Streamer de 2l da Deuter.

Para trilhas de um dia transportando até 3 litros de água – o reservatório de água com mangueira é o ideal – ele poupa espaço na mochila e permite uma hidratação fácil – em geral sem necessidade de reabastecimento.

Para trilhas maiores com a necessidade de reabastecimento ao longo do caminho – leve o reservatório de água cheio (2 ou 3 litros) e uma garrafa de 1 litro ou 500ml vazia. Ao reabastecer use a garrafa plástica para pegar a água e encher o reservatório, assim o seu trabalho fica mais simples!

Para trilhas longas e sem facilidade de reabastecimento – leve mais garrafas de água e vá enchendo o reservatório quando necessário! Ou abandone a ideia do reservatório e trabalhe somente com as garrafas. Para trilhas assim pense em mais de 4 litros, em geral o costume é levar 5 ou 6 litros – como acontece na Serra Fina. Para facilitar a hidratação mantenha uma garrafa menor em um bolso lateral da mochila e vá abastecendo ela quando for necessário – usando as reservas que estão dentro da mochila.

Outro fator a ser levado em conta é o tamanho da mochila, para trilhas de um dia com bate e volta as mochilas giram em torno dos 20 ou 30 litros de capacidade, o que vai lhe permitir levar comida, itens de primeiros socorros, um anorak, lanterna, câmera e água. Porém se você optar por transportar a água em garrafas irá perder espaço útil na mochila, deixará alguma coisa de fora (principalmente se o seu anorak for volumoso, se levar muita comida, sua câmera for grande…) ou acabará tendo que usar uma mochila maior (o que significa mais peso). Neste caso nem pense duas vezes, escolha o reservatório com mangueira e ganhe espaço útil na mochila de ataque. Se for necessário reabastecer ao longo do caminho leve um squeeze ou garrafa plástica pequena e use ela para encher o reservatório. Esta opção lhe permitirá até reduzir o tamanho da mochila em algumas situações.

Nalgene - garrafas

Garrafas de marca, são ultra resistentes, não pegam gosto e vão bem para o frio.Uma opção são as garrafas PET comuns.

No caso de mochilas cargueiras você deve pensar em alguns detalhes

– posicione o reservatório de água em um local onde ele não será espremido – bolsos laterais ou frontais são ótimos para isso!
– se optar por usar somente garrafas deixe uma menor (1 litro ou 1,5 litros) nos bolsos laterais para simplificar a hidratação ao longo do caminho, e vá abastecendo ela com as outras que estão de reserva dentro da cargueira ou nas fontes ao longo do percurso.
– se você tiver pontos de abastecimento ao longo do caminho opte pelo reservatório (colocando-o em algum lugar acessível da mochila) e leve uma garrafinha menor no bolso lateral que será usada para abastecer o reservatório de forma mais simples! Outra opção se a água for abundante é levar apenas uma garrafa de 1 litro no bolso lateral e ir abastecendo ela sempre que achar uma fonte de água – porém só faça isso se tiver certeza da disponibilidade de fontes potáveis ao longo do caminho!
– se não houver pontos de água ao longo do caminho e você preferir usar o reservatório leve a água extra em garrafas na mochila e abasteça o reservatório quando for necessário.

Clima, esse é outro fator que deve ser levado em conta. No frio bebemos menos água, já no calor o desgaste é maior e a hidratação também! Porém essa frase merece uma nota importante: em alta montanha é muito frio mas o organismo perde muita água por causa dos efeitos da altitude, por isso mesmo a ingestão de líquidos em montanhas acima dos 3 mil metros costuma ser maior do que a normal, inclusive se comparada com montanhas brasileiras no verão! A média para ingestão diária de líquidos em alta montanha é de 5 litros ao dia, podendo superar essa margem dependendo da pessoa. Portanto nesta situação de alta montanha as garrafas são a melhor opção! Outro fator que deve ser lembrado é que nem sempre os reservatórios com mangueiras suportam bem a ação do frio, em muitos casos a água congela na mangueira ou dentro do reservatório. Existem soluções para tentar contornar esse problema do congelamento, como por exemplo:

– isolar o reservatório de água dentro de uma bolsa térmica, proteger a mangueira com um tubo de neoprene e usar a mangueira por dentro do casaco. O ideal é usar um combinado de todas para minimizar as possibilidades de problema, caso você opte pelo reservatório.

Thermo Bag e Tube Insulator Deuter

Alguns fabricantes de reservatórios de água fazem acessórios para eles, como é o caso das bolsas térmicas e isolamentos para mangueira da Deuter

Uma questão inteligente quanto ao transporte de água em altitude é manter uma garrafa junto do corpo, por dentro das camadas de roupa (em algum dos bolsos internos), assim a água se mantém aquecida e não congela tão facilmente. Aliás essa é a maneira correta de derreter neve quando se está em deslocamento em altitude e não se tem a opção de usar um fogareiro, já que ao contrário do que alguns pensam, simplesmente comer neve não é uma opção! Aliás, nunca faça isso a menos que você queira queimaduras na garganta e na boca.

Concluindo

A vantagem do reservatório de água é lhe permitir transportar até 3 litros de água (os modelos mais comuns nas lojas tem entre 1 e 3 litros), com pouco volume na mochila e lhe permitindo manter a hidratação ao longo do caminho sem dificuldades. Ele pode ser usado na grande maioria dos casos e é a melhor opção para transportar um volume médio de água em mochilas de ataque. Não é tão recomendado para alta montanha. Ao comprar um reservatório de água opte por um de 3 litros caso a sua mochila permita o uso de um reservatório maior, com isso você tem um item que vai lhe ajudar tanto em percursos menores quanto em percursos mais longos, a menos é claro que você só faça atividades curtas, aí o de 2 litros é o ideal.

Uma dica importante com relação aos reservatórios de água: escolha itens de qualidade, eu já tive problemas com um reservatório genérico que vazou e me molhou durante um trekking no Caparaó, fiquei com frio e com problemas para repor a água. Duas coisas causaram isso: a mochila de ataque cheia demais e a bolsa de água frágil. Cuidado ao escolher!

As garrafas são melhores na altitude e em situações onde é necessário transportar grandes volumes de água sem a possibilidade de reabastecer com facilidade. Ainda assim elas podem ser usadas em conjunto com os reservatórios em muitas situações, como mostrei acima. Apenas atente para manter sempre uma garrafa a mão, um dos males das garrafas é que elas dão trabalho se estiverem dentro da mochila e a pessoa tende a se hidratar menos com isso, possibilitando casos de desidratação ou mesmo a aceleração de processos de insolação. Preste atenção nisso!

Veja mais detalhes sobre os produtos mostrados aqui

Linha de Streamer (reservatório d eágua) e acessórios Deuter: http://deuter.com.br/show-acessorios-de-bike – role para baixo a página para ver os reservatórios de água e demais itens.
Garrafas Nalgene: http://www.nalgene-outdoor.com.br/?nav=lista&sub=2
Garrafas Alpen Pass: http://www.alpenpassonline.com.br/diversos.htm

Arquivado em: Dicas Tags: como levar água, dicas, garrafas de água, reservatório de água, streamer

1 Comentário em "Como transportar água nas trilhas em geral?"

  1. Careli disse:

    É muita vantagem sim. Aquelas garrafinhas de bicicleta ocupam muito espaço, sempre quebram ou se perdem.

    Careli
    http://aoutraesquerda.blogspot.com.br/

Deixe o seu comentário!

Comentar!

© 2019 Adventure Zone. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Válidos.
Design: Equipe Adventure Zone.