6
  
     

Caminhos da Serra do Mar

Trilha dos caminhos da Serra do Mar

Os Caminhos da Serra do Mar é um projeto de uma trilha de longa duração, que percorrerá diversos municípios no estado do RJ.  Começará em Magé, passando por Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo, Cachoeiras de Macacu, e Casimiro de Abreu, cortando algumas Unidades de Conservação (UCs), do Mosaico da Mata Atlântica Central Fluminense.

O principal objetivo de criação da trilha é o de favorecer a conservação ambiental da Serra do Mar, onde a manutenção dos corredores de ligação entre as diversas UCs que compõem o Mosaico, são muito importantes. Biologicamente, por exemplo, os corredores possibilitam a troca de espécies animais que migram constantemente, aumentando o leque de reprodução dentro de uma mesma espécie.  Fauna que conta com animais de grande porte como onças pardas e que sofre com a caça e a destruição do habitat.

Além disso, os Caminhos da Serra do Mar será um espaço para a prática do montanhismo, caminhadas, contemplação, recreação e lazer, que contará com diversos pontos de apoio nas comunidades, como meios de hospedagem, alimentação, transporte dentre outros serviços úteis aos caminhantes.

O projeto será dividido em núcleos, sendo o primeiro a ser percorrido o do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, com duração de 6 dias, seguido pelo núcleo Três Picos.

Em seus trechos, o caminhante poderá contar com sinalização adequada, descrição das trilhas e comprovará sua caminhada com um carimbo em seu passaporte; em novembro de 2012 será lançado um folder de divulgação, contendo o Mapa Geral do primeiro núcleo (artístico), fotos de divulgação dos trechos, texto explicativo sobre o que são os caminhos, entre outras informações que orientarão o caminhante.

A ideia é fazer a abertura de um núcleo por ano com previsão de inauguração do primeiro núcleo em maio de 2013.

Descrição dia a dia do Núcleo Parque Nacional da Serra dos Órgãos.

1º dia – Caminho do Ouro

Trilha do caminho do ouro

Caminhada que se inicia na Vila Inhomirim localizada no Município de Magé (neste trecho é possível chegar de trem, vindo de Saracuruna ou da Central do Brasil, no Rio de Janeiro.  A estação fica localizada bem em frente ao início dos Caminhos da Serra do Mar), e percorre 5,6 km até o bairro do Morin em Petrópolis, com um desnível de 820 m.

O Caminho do Ouro foi aberto em 1723, e percorre a variante da Estrada Real que deu origem à Petrópolis, conhecida como Atalho do Proença.

Saiba mais sobre a História do Caminho

2º dia – Travessia Cobiçado x Ventania

Travessia Serra dos Órgãos Cobiçado

Travessia de 11 km passando por cinco montanhas entre 1560 e 1715 m, onde se pode observar uma flora muito rica, com muitas orquídeas como as dos gêneros Oncidium, Zygopetalum e Epidendrum, bromélias como as exuberantes Vrieseas, entre outras espécies vegetais, e belos visuais para a cidade de Petrópolis, a Baía de Guanabara, o Pico do Alcobaça, o Pico Grande de Magé, a Agulha de Itacolomi e a Pedra Mãe, o Maciço do Tinguá, e o Morro e Castelos do Açu.

3º dia – Travessia Uricanal

Uricanal

Após chegar ao Caxambu, final da travessia Cobiçado x Ventania, o caminhante percorrerá 4,2 km pela comunidade rural até o Caxambu Pequeno (comunidade que tem sua renda baseada no cultivo de hortaliças e plantas ornamentais), na entrada conhecida como Pinheirinhos.

A Travessia que se inicia nos pinheirinhos possui 5.8 km ligando os bairros do Caxambu ao do Bonfim, em Petrópolis.

É uma bela trilha pela floresta, com travessia de rios com bonitos poços e pequenas cachoeiras, embalada pelo canto de boas vindas da Araponga (a “voz da mata atlântica” devido a habitar essa floresta e ser mencionada pelos primeiros viajantes e naturalistas que visitaram o Brasil nos séculos XVIII e XIX), ave que tem o canto parecido com o do bater de um martelo numa bigorna.

Saiba mais sobre a Araponga

4º dia – Travessia Petrópolis x Teresópolis

Petro-Terê

Travessia de 28 km percorrida em três dias, considerada uma das mais bonitas do Brasil, para mim é a mais bela paisagem da Serra do Mar brasileira, aonde no seu 1º dia o destino são os Castelos do Açu, em uma caminhada de 8 km.

Cachoeiras, picos escarpados, formações vegetais da Mata Atlântica entre 1000 e 2200 m – experiência enriquecedora é ter a percepção transicional da vegetação desde a Floresta Montana até o Campo de Altitude (formação com alto grau de endemismo de suas espécies vegetais) -, com sorte pode-se avistar algum animal, como tamanduás mirim, macacos, cobras, pequenos roedores, assim como pássaros como a rara Saudade de Asa Cinza (Tijuca condita); travessia que além de uma bela caminhada é uma síntese de parte dos ecossistemas encontrados no Parque Nacional da Serra dos Órgãos.

Mais informações sobre a Saudade de Asa Cinza

5º dia – Travessia Petrópolis x Teresópolis

Pedra do Sino Petrópolis-Teresópolis

No seu 2º dia o destino é a Pedra do Sino, ponto culminante da Serra dos Órgãos, com 2275m.  Caminhada de 7 km a uma altitude média de 2200 m, onde cada cume descortina uma vista espetacular das mais bonitas montanhas brasileiras.

6º dia – Travessia Petrópolis x Teresópolis

Clássica foto que mostra a formação da Serra dos Órgãos

No seu 3º dia o destino é a cidade de Teresópolis, em uma caminhada de 13 km, onde no seu final, já na estrada da Barragem, pode ser percorrida uma fácil e rápida trilha que leva ao Mirante Cartão Postal, que conta com belíssima vista das montanhas ícones do montanhismo no Brasil e habitat de uma das espécies mais ameaçadas de extinção do mundo, o macaco Muriqui, o maior macaco das Américas, com até 1.50 m.

Nesses seis dias é finalizado o núcleo Parque Nacional da Serra dos Órgãos do projeto, em seguida se inicia o Núcleo Três Picos, núcleo que está sendo planejado o roteiro assim como o levantamento dos atrativos e serviços.

Para mais informações sobre o projeto Caminhos da Serra do Mar, visite sua página no Facebook

Flávio Varricchio

http://photo.net/photos/FlavioVarricchio
http://www.flickr.com/photos/flavio_varricchio/
Sites consultados:

http://www.mosaicocentral.org.br/

http://www.icmbio.gov.br/portal/

http://www.mma.gov.br/areas-protegidas/acoes-e-iniciativas/gestao-territorial-para-a-conservacao/corredores-ecologicos

 

Arquivado em: Montanhismo, Trekking Tags: Caminhos da Serra do Mar, Flavio Varriccchio, Montanhismo, Parque Nacional da Serra dos Órgãos, Trekking

6 Comentários em "Caminhos da Serra do Mar"

  1. Luiz Felipe Rocha Pimentel disse:

    Grande Flávio, Parabéns pela postagem desse projeto que realmente será um atrativo bem diferente, e que sem dúvidas aberto para qualquer tipo de público… realmente os lugares são magníficos e excedem em beleza… gostei muito… as fotos ficaram lindas…

  2. Valeu Luiz
    procurei fazer um resumo do que vem a ser o projeto, que tem tudo para ser bem sucedido em relação a seus objetivos.

  3. Juliana disse:

    Mais que demais! Quero muito poder participar levando minha câmera, é claro! rs…

  4. sempre leve a câmera, a beleza do caminho deve ser registrada.

  5. ANDERSON DE SOUZA PINTO disse:

    ô cara, tenho um álbum de fotos que registra o que existe no quintal da minha casa, moro em Guapimirim irmão, parece que meu álbum vai ganhar novas fotos, inclusive com registros dos quintais dos meus vi\zinhos.

Deixe o seu comentário!

Comentar!

© 2019 Adventure Zone. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Válidos.
Design: Equipe Adventure Zone.